A 4a Revolução Industrial e o repensar da educação profissional

"A maioria das ocupações profissionais no Brasil são de natureza repetitiva, portanto, passíveis de desaparecer rapidamente nos próximos anos em função do advento da inteligência artificial aplicada. Esse cenário agrava, sobremaneira, a dura realidade da geração de empregos no Brasil."

Por Américo Figueiredo – figueiredo.americo60@gmail.com

Professor de MBA do Insper – Gestão de Pessoas, Conselheiro de empresas, Neuro Coach e Mentor Executivo

O Conselho de Competitividade dos Estados Unidos, em parceria com a Deloitte, citado no Cadernos FIESP sobre Manufatura Avançada e Indústria 4.0, edição de setembro/2017,  indicou as dez tecnologias abaixo mencionadas, como as mais promissoras para o desempenho empresarial.

1.ANÁLISE PREDITIVA

Utiliza uma variedade de técnicas estatísticas, matemáticas e analíticas para prever eventos futuros ou comportamentos baseados em dados passados.

2. PRODUTOS CONECTADOS E INTELIGENTES (IOT)

3. FÁBRICAS INTELIGENTES (IOT)

Internet-of-Things (IoT) refere-se à fusão de software, sensores e conectividade de rede, que permite a interação digital entre objetos e máquinas.

4. MATERIAIS AVANÇADOS

Referem-se à descoberta e fabricação de novos materiais, como metais leves e de alta resistência e ligas de alta performance, cerâmicas avançadas e compósitos, materiais críticos e polímeros bio-based.

5. DESIGN DIGITAL, SIMULAÇÃO E INTEGRAÇÃO

É a conceitualização e construção digital de um protótipo virtual, ou de um processo virtual, alcançado por meio de simulação computacional de um produto ou processo físicos.

6. COMPUTAÇÃO DE ALTO DESEMPENHO

Refere-se à prática de utilizar a capacidade computacional para ter um desempenho maior. São sistemas que normalmente

funcionam acima de um teraflop ou 10  elevado a 12 operações de floating-point  (operações de processamento) por segundo, a fim de resolver problemas altamente complexos em ciência, engenharia ou negócios.

7. ROBÓTICA AVANÇADA

São máquinas ou sistemas capazes de aceitar comandos de alto nível orientados para missão, por exemplo, navegar para um local de trabalho e executar tarefas complexas em um ambiente com um mínimo de intervenção humana. Uso de Inteligência Artificial e Machine Learning.

8. MANUFATURA ADITIVA (IMPRESSÃO 3D/SCANNING)

É um processo aditivo de construção de objetos, camada sobre camada, em oposição a metodologias de fabricação subtrativa como usinagem. A digitalização 3D  é um método rápido e preciso de transferir as medidas físicas de um objeto

para um computador em formato digital e de forma organizada, resultando no chamado 3D scan data.

9. OPEN-SOURCE DESIGN / INPUT DIRETO DO CLIENTE

Open-source design ou open innovation refere-se à resolução de problemas através da solicitação de ideias e opiniões sobre produtos ou serviços de pessoas internas e externas à empresa, ajudando assim, a avançar o potencial de inovação com um conjunto mais amplo de constituintes.

10. REALIDADE AUMENTADA

Tecnologia que adiciona visão de computador e reconhecimento de objetos para tornar a informação interativa e manipulável pelo usuário. A realidade aumentada engrandece o mundo ao redor do usuário.

A  realidade que emerge inquestionável,  nos mostra uma certa dicotomia, a meu ver, entre os avanços maravilhosos proporcionados pela tecnologia e o papel do Ser Humano neste contexto. Vou restringir minha análise ao Brasil. O Brasil ainda apresenta assimetrias muito significativas no que diz respeito ao Índice de Desenvolvimento Humano, reflexo da distinta realidade encontrada nos Estados da União. Enquanto temos brasileiros de alta qualificação estudando no exterior e/ou trabalhando para grandes e consagradas empresas de tecnologia na região Sudeste, por exemplo, temos, ainda, uma massa gigantesca de cidadãos à margem do mundo moderno, em algumas regiões, vivendo sob condições do século 19.

Quando olhamos o curriculum das escolas de nível superior, com honrosas exceções, percebemos um abismo que poderá comprometer toda uma geração, pela total incapacidade desta em operar segundo a nova dinâmica imposta pela 4a Revolução Industrial, com o expressivo e inexorável avanço da inteligência artificial.

A maioria das ocupações profissionais no Brasil são de natureza repetitiva, portanto, passíveis de desaparecer rapidamente nos próximos anos em função do advento da inteligência artificial aplicada. Esse cenário agrava, sobremaneira, a dura realidade da geração de empregos no Brasil.

Uma revolução silenciosa vem acontecendo no mundo do trabalho, com movimentos de transformação jamais vistos na história da humanidade.

A robotização avança a passos largos. Para citar o Google como exemplo, já comprou oito empresas de robótica avançada, dentre elas a Boston Dynamics destinada a operações militares.

O mundo do trabalho tal qual o conhecemos, está desaparecendo. Uma nova forma de relacionamento profissional está emergindo. Esse novo formato vai exigir um intenso e permanente investimento em educação mas, sob um molhar diferente, pondero, qual seja, o de desenvolver nas pessoas um saber pensar no lugar do saber fazer repetitivamente, como tem sido desde o século 20, com empregos de lugares fixos, carteira assinada, horário determinado, dentre outros atributos que fizeram e ainda fazem parte do nosso mundo do trabalho.

Os novos e escassos postos de trabalho, vão demandar um novo conjunto de competências tais como trabalhar em rede, formar nexos e conexões, saber comunicar-se de forma efetiva bem como, uma capacidade de aprender continuamente, para citar apenas algumas nuances deste novo contexto profissional.

 

A relação empresa-profissional vai pautar-se, cada vez mais, por projetos múltiplos sob condições de maior flexibilidade nas relações, priorizando as entregas com clareza de resultados esperados, no lugar de cumprimento de horários e de frequência e assiduidade.

Um movimento de novos empreendedores de si mesmos, continuamente aptos a prover serviços sob demanda, com liberdade para atuação e uma crescente valorização do saber pensar e construir soluções a partir do conhecimento e da inteligência humana aplicada. Uma revolução na educação brasileira se impõem.